terça-feira, 23 de outubro de 2012

Espaços integrados

A integração dos espaços está em alta no Brasil, o que era usual em outros países passou a ser usado por aqui também e cada vez mais arquitetos aderem a essa tendência. Eu adoro ambientes integrados, a sensação de amplitude, de liberdade me encanta. Vamos apostar em ambientes assim amor?! 


Como fazer essa transição de forma harmônica.
    Teto: alturas diferenciadas na estrutura do telhado ou sancas fazem as vezes de "limite" entre as áreas. Nas sancas as lâmpadas causam um efeito de luzes capaz de isolar ou destacar a área desejada delimitando assim os espaços.

Foto: Ary Diesendruck

  • Folhas de vidro, portas de correr, painéis: não importam o material a ser usado, seja o vidro trazendo a leveza e transparência, madeira, Drywall trazem o limite visual tão esperado. 
* Drywall e painéis de madeira podem ser usados como apoio para a TV. E se o ambiente for compacto ou você desejar almoçar/ jantar assistindo ao noticiário o painel de madeira pode ser a melhor opção. Com um eixo central feito com tubo metálico o painel pode fazer a rotação 180° e atender tanto o Home quanto a sala de jantar.

Foto: Zezinho Gracinho
folhas de vidro com adesivo imitando vidro jateado.

Foto: Tarso Figueira
painel de madeira

Foto: Lucas Fonseca
porta de correr

Pisos diferentes. Eles dão a sensação de transição e demarcando os ambientes. 
pisos em parões diferentes 

  • Vigas estruturais: a estrutura aparente pode e deve ser aliada na hora de delimitar ambientes. Caso seja uma viga de madeira aproveite e demarque também o piso com faixa de madeira dando destaque a transição. 


Foto: Alexandre Schneider
Aqui além da viga estrutural bem aparente em madeira, há também uma delimitação em faixa no chão... a lareira também faz a vez de delimitante podendo ser usada nos dois ambientes.
  • Móveis: a mobília ajuda e muito nessa divisão visual é prático, usual e ainda é aproveitada como parte da decoração, como é o caso de biombos. 
* Aqui podem ser usados como divisor: mesas, sofás, estantes, biombos, aparador e o que mais a sua imaginação puder criar.


biombos

Foto: Tarso Figueira
mesa

sofá

estante

aparador

Meia parede: muitas vezes usados para separar cozinha e sala, a chamada "cozinha americana", pode ser usada também como apoio, aparador...

meia parede

  • Desníveis: muito usado para delimitação. 
 * O perigo aqui é usar o mesmo material e cores, o que pode levar a um certo "engano" visual, onde o piso e o primeiro degrau do desnível se funde uma pessoas com limitação visual ou mesmo por distração pode vir  a tropeçar e cair.

O QUE FAZER PARA QUE ISSO NÃO ACONTEÇA?! COLOQUE DETALHES DE COR OU PADRÃO DIFERENTES MOSTRANDO ONDE COMEÇA UM E TERMINA O OUTRO, ASSIM VOCÊ EVITA ACIDENTES. 



Foto: Lucas Fonseca


  • Cores diferentes. Trabalhar com cores diferentes para fazer a divisão do ambiente é a maneira mais fácil e BARATA. Escolha a cor certa e mãos a obra.


cor delimitando ambiente

  • Painel de concreto. Se a parede não pode ser demolida o que fazer?! A solução aqui é fazer um corte na parede pode ser um círculo, retângulo, quadrado.. além de um efeito diferente e ousado ele fixa um marco de divisão. 


Foto: Lucas Fonseca



Dicas a serem consideradas:
1- Em salas quadradas nem sempre cabem 2 ambientes - às vezes é preferível ter um único, amplo e confortável.
2- Em espaços retangulares, pode-se conciliar salas de estar e jantar. Se houver outro cômodo para refeições, é possível montar dois ambientes de estar.
3- A planta em L, a mais fácil de lidar, acomoda facilmente dois ou três ambientes. Use sua criatividade para distribuí- los de forma harmônica.
 4- Quanto mais irregular o espaço, mais complexo o layout. Aproveite os cantos chanfrados mas evite peças que evidenciem as quebras. 


Fontes: http://arqlucianapaixao.wordpress.com
            http://www.portalsaofrancisco.com.br
            outros.