sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Aedes aegypti... cuidado, elas podem matar!!


Falei sobre captação de água e me lembrei de um assunto muito importante, DENGUE. A doença atinge vários estados brasileiros e já matou 74 pessoas nos primeiros quatro meses do ano de 2012. Embora tenha  diminuído com relação ao ano passado a dengue ainda mata muitas pessoas e atinge os principais centros urbanos. Para evitá-la é fácil e requer alguns minutos de atenção, VALE A PENA TIRAR UM TEMPINHO DO SEU FINAL DE SEMANA PARA CUIDAR DA SAÚDE DA SUA FAMÍLIA. 
Segue abaixo alguns dados sobre a dengue, forma de transmissão, como evitar e alguns mitos e verdades sobre a doença.

Transmissão: o vírus é transmitido pela fêmea do mosquito Aedes aegyptiLEMBRE-SE o contagio só acontece através da picada da "mosquita" contaminada. O contagio pelo contato com pessoas infectadas, secreções, pela água ou comida NÃO EXISTE.

Sintomas: febre, dores de cabeça, dores no corpo, náuseas são alguns dos sintomas da dengue. Casos de sangramento nasal, nas gengivas, dores abdominais crônicas e contínuas, manchas vermelhas na pele, náuseas persistentes podem ser sinal de uma possível evolução na doença para o estágio hemorrágico. CUIDADO esse quadro pode levar a morte!! 
Assim que surgirem os primeiros sintomas PROCURE O MÉDICO, pois os primeiros sintomas podem ser confundidos com outras doenças.


dengue (Foto: Arte/G1)


OBS.: o vírus se apresenta de diferentes tipos, são eles os tipos DEN1, DEN2, DEN3 e DEN4. Cada vez que a pessoa pega um tipo de vírus ela NÃO pode mais ser infectado pelo mesmo vírus, ou seja, quem teve dengue tipo 1 NÃO PODE ser infectado pelo mesmo vírus tipo 1 e caso ocorra à reincidência o quadro poderá ser agravado o que levaria a dengue hemorrágica.

Dengue HEMORRÁGICA: é a forma mais grave da doença e no início os sintomas são parecidos com os casos clássicos de dengue, porém no 5º dia alguns pacientes apresentam sangramento devido a pequenas hemorragias que podem ocorrer em vários órgãos. NÃO SE ESQUEÇA DE PROCURAR O MÉDICO.

Registro de casos da doença por REGIÃO




UF
Casos dengue jan/abril 2011Casos dengue jan/abril 2012Mortes por dengue
jan/abril 2011
Mortes por dengue
jan/abril 2012
                                       NORTE
RO2.4071.25630
AC17.4312.05120
AM56.1763.009161
RR57682210
PA13.72611.223142
AP2.16619500
TO4.66411.58931
                                     NORDESTE
MA5.8362.97791
PI5.4614.86723
CE45.58317.205548
RN13.30910.28693
PB8.0922.52632
PE9.01327.393154
AL4.4096.46570
SE1.1303.81411
BA22.42428.1541213
                                      SUDESTE
MG25.85314.006164
ES22.1765.560153
RJ106.43780.16010317
SP79.47719.670484
                                         SUL
PR29.2603.079141
SC1038400
RS30214300
                                CENTRO-OESTE
MS6.0204.57921
MT3.53813.80253
GO20.30710.229172
DF1.92286710






Tratamento: não existe tratamento específico da doença. Para aliviar os sintomas deve-se ingerir muito líquido como água, sucos, chás, soros caseiros, etc. NÃO DEVEM ser usados medicamentos à base de ácido acetil salicílico e anti-inflamatórios, como aspirinas e AAS, pois podem aumentar o risco de hemorragias.

Prevenção: a PREVENÇÃO é a ÚNICA ARMA CONTRA a dengue. 



DicasDicasDicasDicasDicas
DicasDicasDicasDicasDicas

Interessante
Jogo Mitos ou Verdade sobre a dengue: http://g1.globo.com/especiais/10-mitos-sobre/noticia/2011/02/10-mitos-sobre-dengue.html



Fontes:
http://portal.saude.gov.br;
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/
http://www.dengue.org.br