segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Volta às aulas: peso na mochila

Bom dia amoras e amor!!! Hoje vamos falar sobre a  preocupação com o peso da mochila de seus filhos. O excesso de peso na mochila pode causar alterações e dores na coluna e podendo até causar modificação ao caminhar. Segundo a pediatra Drª Eliane Alfani, "o uso contínuo de mochila pesada pode levar à dor, desvio de postura e até doenças mais sérias na coluna, como lordose e escoliose". Na correria do dia a dia é comum ouvir pais preocupados ou crianças queixando de dores, mas na prática, pouco se faz para acabar com esse problema. 



Galinha Pintadinha em homenagem a minha pequena mais linda da timãe. Falando nisso você está me devendo uma foto da Lívia de uniforme e mochila da Galinha Pintadinha, amor. #bronca



Veja algumas dicas para deixar a mochila do seu filho mais leve:

  • Peso Ideal: o peso ideal da mochila NÃO pode ultrapassar 10% do peso da própria criança. Ex.: uma criança com peso de 40 kg não pode carregar mai que 4 kg na mochila.
  • Regulando a Altura. A altura correta é ficar na altura do bumbum e NUNCA maior do que as costas da criança.
  • Use SEMPRE as duas alças. Muitos adolescentes tem mania de carregar as bolsas em um ombro só. Está ERRADO. Segundo a pediatra, "a mochila tem que ter 3 pontos de apoio: duas alças e uma tira que amarre na cintura. Isso ajuda a distribuir o peso".
  • MENOS bolsos é melhor!! Quanto mais compartimentos, mais tentador para a criança carregarem ali mais material que o necessário.
  • Rodinhas. Caso seu folho tenha que carregar muito materiais, o ideal é optar pelas mochilas de rodinha, porém, não deve se abaixar enquanto puxa a mochila. "Ela tem que ficar na altura do ombro da criança", diz Eliane Alfani.
  • Lugar de lanche é... NADA de enfiar a lancheira na mochila. Além de fazer mais peso, pode abafar o lanche.
  • Vistorie a mochila. Peça para seu filho verificar a agenda e ver quais as aulas que terão no dia seguinte. "Livros e cadernos que não forem ser usados DEVEM ficar em casa", diz Drª Eliane.
  • Adolescentes: a melhor alternativa para adolescente é o fichário. Assim, ele não tem que carregar cadernos e mais cadernos. Ajude-os a organizar as folhas por matérias e compre adesivos que auxilie a arrumação. 
  • Se necessário, PROCURE A ESCOLA. Se não tiver jeito e o material a ser usado pelo seu filho exceder o peso ideal, vale a pena conversar com a escola. Fale com diretora e veja se pode alugar um armário no próprio colégio deixando para levar para a casa apenas o que precisa para estudar.



*** Amor daqui a alguns anos será a Lívia levando a mochilinha nas costas, cheia de materiais. Vamos seguir as dicas para que "nossa" pequena não sofra com dores nas costas. ***